Kim Ramires: MVP do RS Basketball Camp de Julho/2008 (Categoria Master)

Batemos um papo com Kim Ramires, o Most Valuable Player (MVP) do RS Basketball Camp de Julho/2008, na categoria Master.

1- Nome: Kim Ramires Ellwanger

2- Ano de Nascimento: 1990

3- Posição: Ala/pivô

4- Conquistas: GNU – vice campeão cadete 2005, infanto e juvenil 2006 e juvenil 2007; Amreicano – Campeão das Olimpiadas metodistas 2007; Jaws – Campeão dos jogos abertos de Canoas e do Municipal de Porto Alegre.

5- Como e quando você começou a jogar basquete?
Eu comecei a jogar basquete tarde, outubro de 2005. Comecei a jogar no colégio e logo já fui fazer teste para tentar jogar no união,passei e agora basquete já se tornou um vício.

6- O que você planeja para o futuro como jogador?
Me esforço bastante pra tentar seguir uma carreira no basquete. O basquete sempre me oportunizou muito desde o início. Espero dar continuidade a partir dele para conseguir um estudo superior e se tiver oportunidade seguir carreira fazendo o que gosto.

7- Como você se define seu jogo? Quais são suas características?
Meu jogo é objetivo, procuro dar meu máximo a cada jogo, independente contra quem seja. Apesar da minha estatura e sempre ter jogado de pivo, consigo jogar aberto se necessário, minha principal característica é o jogo dentro.

8- Fale da experiência de ter participado do RS Basketaball Camp.
São experiências únicas, pois, tu está lá para aprender e tem para te ensinar caras que realmente entendem de basquete. Ouvir pessoas como Rogério Klafke, Márcio Dornelles e Guilherme Luz falando sobre sua experiência, trajetória no basquete e te dando dicas sobre o jogo te ajuda a crescer cada vez mais, sem falar das amizades que tu cria a partir do camp com pessoas de outras cidade que ficarão pra sempre.

9- Quais são seus ídolos no basquete?
Acredito que para uma pessoa ser um idolo ela tem que ser exemplo dentro e fora de quadra. Meu ídolo é Rogério Klafke que esteve presente no camp e Michael Jordan.

10- Para fechar, qual é o seu sonho?
Seguir carreira no basquete me tornarnando jogador profissional e ver que no fim valeu a pena toda essa dedicação e ambição que tenho hoje em dia.

Autor: dwildt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *