Perfil para seleções

Foi suada, mas a vitória veio… foi assim a vida da seleção gaúcha na partida contra o Pará, pelo campeonato brasileiro masculino sub-15. A partida foi 59×53 para os gaúchos, placar baixo na minha opinião. Duas coisas, ou estão defedendo muito nesse brasileiro ou estão errando de mais. Ja joguei brasileiro de base também, sei que cada partida é importante e talvez, ainda em formação, os guris sintam o peso da responsabilidade de defender uma seleção. Falo direto para a guriza, que defender a seleção gaúcha ou brasileira é um orgulho, tem que fazer por merecer, tem que inspirar e servir de exemplo para outros.

Geralmente na base são convocados meninos talentosos, as vezes o pessoal esquece de definir um perfil… nem todos precisam ser talentosos, tem que ter o guerreiro, o líder, o reboteiro, o gênio, o mal-encarado, entre outros. O mais importante é ter o perfil de jogador realmente, que se dedica e gosta de encarar desafios, que busca aprimoramento constante, tem paixão pelo jogo e se doa para a equipe.

Estou divagando né? Mas penso assim, na realidade sei da dificuldade de uma comissão técnica convocar, pois não tem conhecimento real do perfil dos jogadores, sei dessa dificuldade… mas podemos sanar isso de alguma forma, tudo tem solução…o RS Camp ta aí dando exemplo, não sei se é a melhor forma de conhecer e conviver com os jovens, mas é uma ótima oportunidade, por que conviver com os guris só quando eles são convocados fica mais dificil.

Voltando ao campeonato brasileiro, o Rio Grande do Sul vai enfrentar São Paulo… para passar de fase, o que ficou muito difícil, precisa ter um jogo de pouquíssimos erros…por que São Paulo sempre é São Paulo, sempre forte e favorito. Será o maior desafio pra equipe do nosso craque Tobias Lovato.

NBB

O Bira não conseguiu aproveitar a oportunidade de jogar em casa e arrancar uma vitória frente ao Assis, do ex-capitão e bi-campeão gaúcho pelo time de Lajeado e também desafeto do famoso Xis, Fernandinho Reis. Assis dominou o jogo. Com algumas investidas que empolgaram a torcida mas não surgindo efeito, o Bira amarga mais uma derrota onde é mais forte, em seus domínios. Campeonato Brasileiro é isso aí, vacilou…levou! Agora é reunir forças para a próxima partida e dar um presente para a torcida, se não, essa vai começar a ficar incomodada, se já não está.

Univates/Bira 72 X 83 Amigão/Andorinha/Unimed/Assis

Cestinha: Alfredo (Assis) – 27 pontos

Reboteiro: Thulius (Bira) e Rodrigo Bahia (Assis) – 9 rebotes

Homem dos Passes: Diguinho (Bira) – 3 assistências

Ladrão de Bola: Audrei (Bira) e Ricardo (Assis) – 3 recuperações

Homem dos Tocos: Rodrigo Bahia (Assis) – 2 tocos

Ponto negativo para a Rede Globo, que no Globo Esporte, quando estava falando do Jogo das Estrelas do NBB e mostrando os seis jogadores mais votados pelos técnicos, na posição de lateral 2, chamou o Audrei do Univates/Bira de Willians do Joiville…vamos se ligar galera da imprensa, isso machuca a gente!

No jogo entre Limeira e Saldanha da Gama, o nosso Guilherme Teichmann, do Limeira, teve números que dificilmente outro jogador no Brasil apresenta, não é pelo número de pontos que chama atenção, fato comum aqui no Brasil, mas pelo jogo completo e eficiente. Geralmente jogadores aqui no país se destacam em um ou dois fundamentos, Teichmann vem fazendo a diferença, se destaca em vários, confiram: ele anotou 14 pontos, pegou 7 rebotes, deu 4 tocos, roubou 5 bolas do adversário e deus 3 dunks daquelas… Ooohhh Baby! Show Time!!! Sinceramente, se esse cara não estiver na Seleção Brasileira e no Jogo das Estrelas, o basquete brasileiro ta com o perfil totalmente equivocado.

Destaque também para Márcio Dornelles que anotou 27 pontos, na vitória do Vivo/Franca frente ao Pinheiros. Depois que Márcio voltou ao time de Franca a equipe cresceu muito, agora só falta Helinho retornar, pois o pivô americano Morgan, teve sua estréia nesse último confronto. Segura Franca agora!

Autor: gaucho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *